truque de mestre

X MEN

X MEN

segunda-feira, 6 de junho de 2011

MTV Movie Awards

A cerimônia, de duas horas de duração, foi apresentada pelo humorista americano Jason Sudeikis do programa "Saturday night live", no Gibson Amphitheatre, em Los Angeles. O ator protagoniza a comédia "A good old fashioned orgy" que estreará em setembro, e tem um papel de coadjuvante em "Horrible bosses", que entra em cartaz em julho.

 "Eclipse", o terceiro filme da saga "Crepúsculo", foi o grande vencedor dos prêmios MTV Movie Awards na noite de domingo. O filme recebeu oito indicações, terminou levando cinco prêmios e foi escolhido o melhor filme do ano em votação popular.

Em uma repetição da cerimônia do ano passado, Robert Pattinson e Kristen Stewart obtiveram os prêmios de melhor ator e de melhor atriz, respectivamente. Os atores, que formam um casal na vida real, ganharam o prêmio de melhor beijo. Pattinson levou também o prêmio de melhor briga, dividindo o troféu com Bryce Dallas Howard e Xavier Samuel.

Com categorias como essas, ninguém confundiria a cerimônia da MTV com a premiação do Oscar. O objetivo real do evento é promover os próximos longas que têm como alvo o público joveml da MTV.

Os prêmios são decididos por votação pelas fãs na internet, o que possivelmente explica porque Justin Bieber ganhou na categoria "Momento para ficar com a boca aberta" com o filme em 3D de "Never say never". O ídolo teen canadense venceu as cenas de maior tensão de filmes como "Black swan" e "127 hours".

Na categoria melhor fala de um filme  foi para "Gente grande", fracasso de crítica. A frase "Eu quero me acabar em chocolate" ganhou a homenagem.

Reese Witherspoon recebeu o prêmio Geração por sua versatilidade como atriz e por deleitar o público da MTV ao longo de sua carreira. Witherspoon se junta aos antigos ganhadores do prêmio, como Sandra Bullock, Ben Stiller, Adam Sandler, Mike Myers, Tom Cruise e Jim Carrey.

Entre os demais agraciados, estavam Chloë Grace Moretz (melhor revelação e Personagem mais provocador, por "Kick-Ass - Quebrando tudo"), Tom Felton (melhor vilão, por "Harry Potter e as relíquias da morte - Parte 1"), Emma Stone (melhor comediante, por "A mentira") e Ellen Page (Melhor performance assustadora, por "A origem").