truque de mestre

X MEN

X MEN

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

OSCAR 2009


Apesar do mau humor de alguns em relação ao maior galardão da Academia de Artes e Ciências de Hollywood, o Oscar ainda é o melhor instrumento para se medir o pulso da indústria do entretenimento. Na sua 81ª edição a Academia demonstrou sinais de vitalidade incomum.

O show teve boas surpresas a começar pela primorosa escolha do apresentador da noite, Hugh Jackman que demonstrou incrivelmente seus talentos, e revelando-se um ótimo comediante.

Durante a premiação muitas homenagens foram feitas. Técnicos da industria foram lembrados e ovacionados, Jerry Lewis foi homenageado pela sua atitude filantrópica que faz há anos, Reese Witherspoon homenageou todos os diretores da Indústria. Vimos a famosa homenagem a todos que já partiram, dentre elas a 2° homenagem póstuma do Oscar à Heath Ledger, como Melhor Ator Coadjuvante, pelo incrível trabalho feito ao interpretar o Coringa em “Batman – O Cavaleiro das Trevas”. Alias, nesses 81 anos de premiação houveram cinco indicações à estatueta que concorreram postumamente, incluindo a James Dean, mas apenas em 1976 ocorreu o primeiro prêmio póstumo de melhor ator ao ator Peter Finch.

Em um formato diferente nos principais prêmios femininos e masculinos, homenageou cada candidato à famosa Estatueta. Sean Penn ganhou como melhor ator por 'Milk - A voz da igualdade' ,que também ganhou o Oscar por roteiro original. Em seu discurso de agradecimento o ator deu aula de civilidade a todos nós. Álias o ator recebeu uma belíssima homenagem do ator Robert e Niro por ser grande defensor dos Direitos Humanos.

Kate Winslet ganhou seu merecido Oscar por sua atuação em "O Leitor" , mesmo concorrendo com a grande atriz Meryl Streep por sua interpretação em "A Dúvida", que concorreu à estatueta dourada pela 15ª vez, um Record.

Penélope Cruz venceu por Melhor Atriz Coadjuvante em “Vicky Cristina Barcelona”, atriz espanhola realmente mereceu a famosa Estatueta pelo belíssimo trabalho no filme de Woody Allen. Em seu discurso homenageou o incrível cineasta espanhol Pedro Almodóvar por suas personagens mulheres, e, é claro que Woody Allen não ficou de fora.

A festa da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood teve como campeão de indicações “O Curioso Caso de Benjamin Button”, de David Fincher, foram 13, incluindo as categorias de Filme, Direção e Ator (Brad Pitt), mas o filme com o orçamento generoso de US$ 150 milhões, levou apenas por Maquiagem e Direção de arte.

O segundo título em indicações foi a produção inglesa filmada na Índia “Slumdog Millionaire”, de Danny Boyle, que concorreu em 10 categorias. Grande favorito da corrida desse ano foi o grande vencedor da noite: Melhor filme, Melhor Diretor, Roteiro Adaptado, Musica Original, Trilha Sonora, Fotografia e pasmem Montagem e Mixagem também. Durante toda a noite a Academia aproveitou pra homenagear a cultura indiana em função de tantas indicações.

Os cinco finalistas da categoria de Melhor Filme são representantes, dentro do modelo americano, do que se pode chamar de cinema autoral, mas esse ano foram as adaptações que dominaram essa categoria: "Frost/Nixon" baseado na peça de Peter Morgan, “O Curioso Caso de Benjamin Button”, baseado num conto de F. Scott Fitzgerald, "O Leitor" baseado no livro de Bernhard Schilink, Slumdog Millionaire” baseado no livro Q&A de Vikas Swarup e 'Milk - A voz da igualdade' , único indicado nesta categoria com roteiro original.



Entre as produções indicadas que não levaram a Estatueta Dourada estiveram: o drama “A Troca” que foi indicado ao Oscar de Melhor Atriz, para Angelina Jolie, Direção de Arte e Fotografia e não levou nenhum, as comédias “Na Mira do Chefe” por Melhor Roteiro Original, “Trovão Tropical” por Melhor Ator Coadjuvante, para Robert Downey Jr., e as aventuras Homem de Ferro” por Edição de Som e Efeitos Visuais, “Hellboy 2” por Maquiagem e “O Procurado” por Som e Edição de Som. Os desenhos “Bolt Supercão” e “Kung Fu Panda”, ambos indicados como Melhor Longa de Animação também concorreram mas não ganharam, “Wall-E” ganhou o Oscar de melhor animação, que é que não sabia, né.

“A Duquesa” do cineasta Saul Dibbs, ganhou o Oscar por Figurino e o japonês "Departures" de Yojiro Takita levou o de Melhor filme em língua estrangeira.