truque de mestre

X MEN

X MEN

sábado, 26 de maio de 2012



Mesmo se tratando de Edgar Allan Poe, o filme não chega altura dos seus contos mesmo tentando homenageia-lo!

O Corvo é adaptação dos últimos cinco dias da vida do poeta. A busca de um serial killer que se baseia nos contos de Poe é o enredo dos seus últimos dias com vida.

Não é possível categorizar o filme em um só gênero.  Rola um romance com um pé no drama no meio de tanta ação e suspense.

Chega a soar engraçada essa descrição, mas mesmo com tantas cenas de ação e suspense, o filme agrada com o romance e o drama de pano de fundo nesse roteiro de Ben Livingston e Hannah Shakespeare.

No começo parece uma mistura de Cinderela com Romeu e Julieta, mas durante a sessão, o filme se desvencilha dessa imagem de salvar a mocinha, através das mãos da Direção de Arte e da Direção de fotografia.

Apesar de John Cusack ter feito um bom papel, preferia ver Robert Donwey Jr. interpretando Poe nas telas do cinema!

As cenas violentas tem um quê de Tarantino, ainda assim é divertido localizar as peças desse mistério que o diretor montou através dos seus contos. É como brincar de Sherlock Holmes! 

Por ser uma versão de ficção de últimos cinco dias de vida do poeta, O Corvo atrai e subestima seu público ao mesmo tempo. O filme prende o expectador em busca de mais referências do poeta. 

O que se sabe até hoje, é que sua morte ainda é um mistério.

Curiosidades:
Ewan McGregor  e Jeremy Renner foram cotados para o elenco, mas ambos descartaram o projeto.