truque de mestre

X MEN

X MEN

quarta-feira, 29 de abril de 2015

NOITE SEM FIM POR ALÊ SHCOLNIK


Liam Neeson volta a ser dirigido por Collet-Serra (“Sem escalas” e “Desconhecido”), nesse mais novo filme do (mesmo) gênero. Alias, para quem acompanha a vasta carreira do ator, saberá que não verá mudanças nesse personagem que ele vem vestindo ultimamente.

Seguindo o gênero de seus últimos filmes, “Noite sem fim”  não tem todo aquele charme e ação que encontramos na franquia “Busca Implacável”, "Sem escalas", "Desconhecido" e "Perseguição".  

O filme conta a história do  mafioso e matador profissional Jimmy Conlon, que já foi  conhecido como o Coveiro. Amigo de longa data do chefão da máfia Shawn Maguire, Jimmy, hoje, é assombrado pelos pecados cometidos no passado. Ultimamente, seu único consolo está no fundo de um copo de uísque, mas quando seu filho torna-se um alvo, ele terá que sair da inércia.

Em “Noite sem fim”, vemos a velha história do filho que renega o pai, se repetindo (mais uma vez), o que dá até um toque dramático ao filme. Com o filho em fuga, a única redenção para os erros que Jimmy cometeu no passado é evitar que ele tenha o mesmo destino que ele certamente terá, no lado errado de uma arma. Agora, sem ter a quem recorrer, Jimmy tem apenas uma noite para decidir o destino dos dois.

Com o roteiro de Brad Ingelsby (“Tudo por Justiça”) e produzido por Roy Lee (“Os Infiltrados”), Brooklyn Weaver (“Tudo Por Justiça”), e Michael Tadross (“Caça aos Gângsteres”, “Sherlock Holmes”), o filme agrada o espectador, mesmo sendo literalmente uma eterna busca pelo fim.