truque de mestre

X MEN

X MEN

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

A MULHER DO MEU MELHOR AMIGO


Um filme de Claudio Torres, com produção de Pedro Buarque de Hollanda e Breno Silveira. É uma adaptação da peça Largando o escritório de Domingos de Oliveira, um desejo antigo do produtor Pedro Buarque de Hollanda de levar às telas. A mulher do meu amigo é o segundo longa-metragem dirigido por Claudio Torres, o primeiro foi Redentor, selecionado no Festival de Berlim de 2005.

O filme conta a história do bem-sucedido homem de negócios em crise existencial, casado com a filha do patrão e sucessor de uma grande empresa. Durante um final de semana numa casa de campo, com sua esposa e um casal de amigos, Thales resolve parar de trabalhar. A resolução, aparentemente pessoal e intransferível, acaba afetando a vida de todos que o cercam e desencadeando uma série de confusões, dentre elas, sexuais. Um filme divertidíssimo com a participação especial de Antonio Fagundes como um empresário poderoso.

O filme foi parcialmente financiado em recursos obtidos através da lei de incentivo à Cultura dos Estados do Rio de Janeiro e de São Paulo e pela Lei do Audiovisual (art. 1° e 3°).

O filme conta com um elenco de globais, Marcos Palmeira (ganhador de 2 KIKITOS de ouro no Festival de Gramado por Barrela - Escola de Crimes – 1990 e por Dedé Mamata - 1988 e ganhador do Troféu Candango de melhor ator, no Festival de Brasília, por Anahy de las Misiones - 1997) , Mariana Ximenes (Ganhadora do premio de Melhor Atriz Coadjuvante no Grande Prêmio Cinema Brasil pelo filme O Invasor em 2003 e ganhadora do Passista Trophy como Melhor Atriz Coadjuvante pelo mesmo filme em 2002), Otavio Muller e Maria Luiza Mendonça (indicada ao Grande Prêmio Cinema Brasil por Carandiru -2003 e Coração Iluminado - 1996 e ganhadora do troféu Calunga no CINE PE - Festival do Audiovisual pelo filme Nossa vida não cabe num Opala.