truque de mestre

X MEN

X MEN

sábado, 13 de junho de 2015

DEIXA ROLAR POR ALÊ SHCOLNIK


Em “Deixa Rolar” Chris Evans interpreta um escritor que não acredita no amor, além disso ele  é desafiado pelo seu agente a escrever uma comédia romântica antes de emplacar um roteiro de ação, que será rodado na Malásia. Tudo vai bem até ele conhecer uma mulher que vai mexer com a sua cabeça. Agora ele terá que usar toda a sua imaginação e talento para conquista- la. 

O filme começa bem com a visão do protagonista sobre o amor, alias, o personagem é bem construído e cheio de nuances.

Com diálogos divertidos, o filme se desenvolve muito bem, tem personagens cômicos, carismáticos e  tem aquele toque de metalinguagem bem bacana (comédia romântica sobre um roteirista que precisa escrever uma comédia romântica).

A  edição e os Efeitos visuais ( sim, o flime tem efeitos visuais!!) são outro ponto bom do filme.

A química entre o casal protagonista até que é boa, mas quem tem maior destaque são os amigos dele, a química entre eles flui naturalmente.

Através do olhar masculino, o filme se desenvolve bem até o último ponto de virada da história, depois disso, ficamos diante do olhar enjoado da mulher romântica no roteiro. Assim a velha clichezada entra em cena, aeroporto, pessoas desconhecidas apoiando o protagonista, e enfim, o encontro do casal com  aquele beijo, (argh!).

É, fazer o que, a proposta do filme é boa e até determinado ponto segue bem, mas como toda comedia romântica, acaba na mesma mesmice de sempre. Uma pena!