truque de mestre

X MEN

X MEN

domingo, 4 de novembro de 2012



O cinema francês tem me surpreendido esse ano. "E se todos vivêssemos juntos?" é um filme sobre como envelhecer, que não cai no clichê.

O filme aborda as peculiaridades da idade, as manias, as cismas, fala de sexo, traição, dependência, temas que costumam ser tabus em uma sociedade onde a velhice não é cultuada da forma correta. É como se houvesse um estatuto da velhice.

Como Annie definiu logo no começo do filme, o grupo de amigos vai viver  dentro do estilo hippie. É ai, que a trama começa a se desenvolver e se encaixar como peças de quebra cabeças.

O filme é um drama com boas tiradas de humor. A aceitação dos personagens e a dificuldade deles atuam  de forma tão natural, que chega a ser magistral o trabalho de todos os atores.

Dificilmente vemos atores e atrizes mais velhos na vida real em filmes com personagens realmente interessantes, justamente por esse motivo, o longa expõe as dificuldades dos mais velhos de uma maneira simples e delicada, sem ofender ninguém.

Singelo e gostoso de assistir, com ótimos atores (que já fizeram muito pelo cinema e merecem todo o meu respeito),  E se todos vivêssemos juntos? é um filme que entra para lista desse "novo" nicho do cinema, que o mundo acabou de descobrir: A velhice abordada com o respeito que merece.

A sensibilidade da última cena demonstra o quanto os laços fraternais são importantes na nossa vida. Foi lindo ver todos procurando Jeanne!