truque de mestre

X MEN

X MEN

sexta-feira, 30 de novembro de 2012



Baseado no livro The Guardians of Childhood de William Joyce, A origem dos Guardiões  consegue ser um filme moderno mesmo se tratando de mitos e lendas da nossa infância. 

A importância desses personagens mitológicos desempenham uma função durante a infância, não é a toa que são cheio de ensinamentos.

Sonhos, medo, esperança, lembranças são alguns dos sentimentos abordados nessa animação infantil.

Desde a composição dos personagens, passando pela trilha sonora que embala o filme e embarcando nessa viagem em 3D, tudo é muito bem feito. Tudo bem o roteiro é clichê, mas faz parte, né. Ainda assim, consegue ser assustador em alguns momentos. É divino ver a obra de um 3D bem feito.

Com uma embalagem colorida, hiperativa, cheio de voos pelos ares, loopings e rasantes em um 3D completamente ostensivo, A origem dos Guardiões defende um retorno à inocência infantil, que as crianças de hoje deixam de acreditar muito cedo. A pureza e aquela inocência que os adultos costumam imputar aos pequenos vão ficando de lado cada vez mais rápido.

Como fazer a criança atual, com fácil acesso a imagens adultas (sexo, violência), acreditar em Papai Noel, no Coelho da Páscoa, na Fada do Dente e no Sandman? Foi preciso usar de muita retórica e muita tecnologia na tentativa de convencê-los a "acreditar no invisível”. Agora, será que essa missão foi cumprida?