truque de mestre

X MEN

X MEN

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

PRIMEIRO FILME INTERNACIONAL DE KARIM AÏNOUZ, COM WAGNER MOURA, ENTRA NA COMPETIÇÃO OFICIAL DE BERLIM

Praia do Futuro”, uma coprodução Brasil-Alemanha, rodada em Fortaleza e Berlim, estreia nos cinemas nacionais em maio.


Um dos mais aguardados lançamentos de 2014, Praia do Futuro, quinto longa-metragem do premiado diretor Karim Aïnouz, foi anunciado na manhã desta quarta-feira como um dos selecionados para mostra competitiva do 64º Festival de Berlim. Desde Tropa de Elite, em 2008, um filme dirigido por brasileiro não participa do seleto tapete vermelho. A coprodução Brasil-Alemanha – rodada em ambos os países –, traz no elenco Wagner Moura,Jesuíta Barbosa, revelação do cinema nacional, vencedor do prêmio de Melhor Ator no Festival do Rio 2013, e Clemens Schick, reconhecido ator alemão por participações em filmes europeus e americanos.

A história gira em torno de Donato (Wagner Moura), um experiente salva-vidas na Praia do Futuro, em Fortaleza. Ao fracassar pela primeira vez em um resgate, ele acaba conhecendo o alemão Konrad (Clemens Schick), amigo da vítima. Motivado pelas circunstâncias, Donato resolve recomeçar a sua vida em Berlim, deixando para trás a família. Anos mais tarde, Ayrton (Jesuíta Barbosa), o irmão mais novo, embarca para a Europa em busca daquele que considerava o seu herói.

“Trata-se de um filme sobre coragem, risco, viagem, aventura e liberdade. São personagens que não têm medo delargar tudo para começar a vida de novo. Querem pegar para si tudo o que o mundo tem a oferecer. São personagens destemidos, sem medo, velozes”, define o cearense Aïnouz, cujo sucesso em longas-metragens anteriores (Madame SatãO Céu de SuelyViajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo e Abismo Prateado) o credenciaram como um dos diretores brasileiros de maior destaque nos principais festivais mundo afora, entre eles os de Cannes e Veneza.

Praia do Futuro foi desenvolvido em parceria com a produtora paulista Coração da Selva, que depois deangariar o apoio de importantes investidores do mercado de cinema brasileiro, atraiu o interesse de um grupo deprodutores e financiadores alemães, firmando a primeira coprodução oficial entre os dois países. Antes mesmo do anúncio do Festival de Berlim, a prestigiosa distribuidora The Match Factory apostou no potencial do filme no mercado estrangeiro e adquiriu os direitos de venda internacional.

"Estamos excitados com a nossa cooperação com Karim Aïnouz. Em Praia do Futuro, ele transpõe para a tela a dor da perda e da saudade, a busca pela identidade e do recomeço de uma forma excepcionalmente sensual”, defende Michael Weber, Diretor Executivo da empresa.

O filme, com distribuição nacional da Califórnia Filmes, estreia no Brasil no dia 1º de maio.

SINOPSE

Donato é salva-vidas na Praia do Futuro, em Fortaleza. Ayrton é um menino que sonha com motos e super-heróis e admira a coragem do irmão mais velho em se jogar nas ondas para salvar desconhecidos. Quando falha pela primeira vez em resgatar uma vida no mar, Donato acaba conhecendo Konrad, um alemão piloto de moto velocidade, amigo do afogado. Donato parte com Konrad para Berlim e desaparece, deixando o irmão mais novo para trás. Anos depois, Ayrton, já adolescente, se aventura em busca de Donato para um acerto de contas com aquele que considerava seu herói.


KARIM AÏNOUZ

Com uma obra múltipla que transita entre as artes plásticas e o cinema, Karim Aïnouz estreou em longa-metragem com o aclamado Madame Satã, selecionado para  a mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes de 2002. O filme, que revelou o ator Lázaro Ramos, participou de dezenas de festivais internacionais (incluindo Sundance, Toronto, Chicago e Hanava) e foi distribuído em mais de 20 países. Desde então, Karim Aïnouz já dirigiu outros quatro longas. O céu de Suely (2006) e Viajo porque preciso, volto porque te amo (2009, codirigido com Marcelo Gomes) participaram da mostra Horizonte do Festival de Veneza, e Abismo prateado (2011), com Alessandra Negrini, foi selecionado para a Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes. Na televisão, realizou para o canal HBO a série em 13 capítulos Alice (2008), em parceria com Sérgio Machado. Praia do Futuro é seu quinto longa-metragem.

WAGNER MOURA

Um dos atores mais requisitados do país, Wagner Moura já atuou em mais de 20 filmes, incluindo os fenômenosde bilheteria Tropa de elite (2007, vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim) e Tropa de elite 2 (2010, exibido hors concours em Berlim e visto por mais de 11 milhões de espectadores no Brasil), além das produções internacionais Elysium (2012), com Matt Damon e Alice Braga, e o ainda inédito Trashde Stephen Daldry, rodado no Brasil.  Com sólida carreira no teatro, trabalhou com diretores renomados como Aderbal Freire-Filho, Felipe Hirsch e João Falcão, entre outros. Na televisão, também participou de séries e novelas, entre elas Paraíso tropicalCarga Pesada, Sexo Frágil e JK, da TV Globo.

CLEMENS SCHICK

Formado pela Escola de Atores de Berlim em 1996, Clemens Schick já participou de mais de 20 montagens teatrais em seu país. Trabalhou com as principais companhias de Berlim, Hamburgo, Stuttgart e Hannover, alémde ter realizado uma série de espetáculos solo em que é o criador. No cinema, participou de dezenas deproduções alemãs, além de filmes internacionais como a aventura de James Bond Cassino Royale (2006) e o filme de guerra Enemy at the Gates, dirigido pelo francês Jean-Jacques Annaud e estrelado por Jude Law.

JESUÍTA BARBOSA

Revelação do cinema nacional, Jesuíta Barbosa recebeu o prêmio de melhor ator na Première Brasil do Festivaldo Rio de 2013 por sua atuação em Tatuagemde Hilton Lacerda. Outros trabalhos incluem a minissérie para a TV Globo Amores roubados,  além dos ainda inéditos Trashde Stephen Daldry, e Jonas e a baleiade Lo Polliti.

CORAÇÃO DA SELVA


Baseada em São Paulo, a Coração da Selva tem dez anos de atuação em televisão e cinema brasileiro, além deexperiências em coproduções internacionais com Espanha e Alemanha. Produziu os longas Contra Todos, AntôniaO Signo da CidadeQuanto Dura o Amor? e Onde está a Felicidade?, todos com participação e premiações nos mais importantes festivais do mundo, como Berlim, Rotterdam, Toronto, Hong Kong, Roma, Havana, Londres, Los Angeles e Rio. Realizou para a TV Cultura um dos maiores projetos de produção independente já feitos para a televisão brasileira: o seriado “Pedro e Bianca”, finalista do Internacional Emmy Kids Awards. Entre os principais parceiros e coprodutores, estão a Fox, Warner Bros., Globo Filmes, TV Cultura e HBO. Em 2014, lança os inéditos Praia do Futuro Amor em Sampa.