truque de mestre

X MEN

X MEN

sábado, 19 de abril de 2014

Sátira aos filmes do cinema nacional com toques de humor negro., “Copa de Elite” estreia nos cinemas de todo Brasil com o objetivo de divertir o público brasileiro.

Dirigido por Victor Brandt, o filme é despretensioso e assume seu lado brincalhão e bem humorado com diversos títulos do nosso cinema costurando a trama do longa desde Tropa de Elite 1 e 2, (obviamente) passando por "Meu nome não é Johnny", "Bruna Surfistinha", 'De Pernas Pro Ar", "Xico Xavier", "Dois Filhos de Francisco", "Carandiru", "A Mulher Invisível", "Se Eu Fosse Você", "Minha mãe é uma peça" e "O Homem do Futuro", tudo isso com a Copa do Mundo de pano de fundo.

O filme sai um pouco do rumo principal da história, especialmente quando a parodia de  Se Eu Fosse Você” entra em cena.

O cinismo presente em certos momentos faz com que o filme cresça, assim como as piadas bem encaixadas no roteiro, como as referentes ao ex-goleiro Bruno e o Kikito, troféu entregue no Festival de Gramado, além de ter um punhado de piadas que têm o que dizer além da mera função de fazer rir (frases como  “o único crime que haverá no Rio é a violência policial”, e “se pode usar bala de verdade”).

Algumas piadas funcionam bem e outras nem tanto, ainda assim “Copa de Elite” é uma boa pedida para se divertir.