truque de mestre

X MEN

X MEN

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

ALVIN E OS ESQUILOS NA ESTRADA - CRÍTICA POR ANDREA CURSINO


Ao retornar para casa, Dave (Jason Lee) encontra uma festa surpresa organizada por Alvin, Simon e Theodore para recepcioná-lo. É claro que o evento sai do controle, gerando inúmeras confusões. Irritado com o ocorrido, Dave avisa que viajará para Miami em breve e que deixará os jovens esquilos sob os cuidados de uma vizinha (Jennifer Coolidge). Só que, por acaso, os esquilos encontram em uma sacola um anel de noivado. Acreditando que Dave irá pedir a namorada Samantha (Kimberly Williams-Paisley) em casamento, Alvin e seus irmãos elaboram um plano para que o noivado não aconteça, já que acreditam que Dave possa abandoná-los. Quem irá ajudá-los nesta jornada é Miles (Josh Green), o filho de Samantha, que também não quer que eles se casem.

O quarto filme dos esquilinhos cantores, conseguiu recuperar o espírito do primeiro e segundo filmes da franquia. 

A história é interessante e tem como foco o que passa na cabeça dos filhos quando os pais resolver refazer suas vidas. Com tiradas engraçadas e divertidas, o forte são os números musicais que aqui tem destaque para o número no Texas e em Nova Orleans.

A trilha sonora é divertida e conhecida do público o que facilita uma identificação. O filme tem bons efeitos visuais e sonoros. Uma fotografia que valoriza as cores que é o grande atrativo da garotada e os pais que forem levar seus filhos para assistir também vão curtir o jeito irreverente e carismático dos esquilos Alvin, Simon e Theodore. As Esquiletes também estão de volta e agora o grande foco do filme não é carreira de cantores dos esquilos e sim, a integração familiar.

Wal Becker dirigiu esse filme  para que as crianças entendam um pouco sobre a nova estrutura familiar. O filme tem uma mensagem, tem humor, cumpre com sua missão e é diversão garantida para a criançada.