truque de mestre

X MEN

X MEN

quarta-feira, 27 de maio de 2015

PERMANÊNCIA POR ALÊ SHCOLNIK


O preparador de elenco de “O Som ao Redor“, Leonardo Lacca realiza a sua estreia em longa-metragem com um roteiro de sua própria autoria inteiramente ambientado em São Paulo.

O filme é a continuação do curta “Décimo segundo” do diretor, que  conta a história de Ivo, um fotógrafo do Recife, que vai fazer uma exposição em São Paulo e se hospeda na casa da ex-namorada Rita, hoje casada com outra pessoa e com a vida estabilizada.

“Permanência” tem um quê de “O som ao redor” na sua dinâmica. É um filme pontuado por vazios, por silêncios ensurdecedores.

Filmes fotográficos são revelados e as manchas de café surgem como memórias permanentes do passado, assim o filme aborda o reencontro dos dois e os efeitos desse encontro. De alguma forma a relação de Ivo e Rita ainda existe, e sempre existirá, mas o afastamento foi inevitável, e seria em qualquer circunstância. O que resta é lidar com a permanência do sentimento.

A trama é firme e segura, tem um conceito narrativo bem construído e envolvente.

longa pernambucano foi o vencedor do 19º Cine PE Festival do Audiovisual, conquistando os prêmios de melhor filme, atriz (Rita Carelli), atriz coadjuvante (Laila Pas), ator coadjuvante (Genésio de Barros) e diretor de arte (Juliano Dornelles).