truque de mestre

X MEN

X MEN

quarta-feira, 11 de junho de 2014


Decepcionado com a vida, sofrendo com a pessoa que é, Dave é aparentemente um homem egoísta, vivendo uma vida miserável fora de casa, que tenta reatar o casamento e a família.

A busca pela perfeição desse homem, faz dele um ser  patético e simpático ao mesmo tempo. Mesmo se humilhando diante da ex-mulher e do pai. Não há perfeições nessa família, é justamente o contrário de “The Family Man”, estrelado por Nicolas Cage também.

Mesmo sendo bem-sucedido na carreira e financeiramente, Dave se deprecia e não se permite ser alguém no mundo, de verdade.

O aspecto familiar tem grande peso na trama, assim como a dinâmica entre pai e filho. Instrumento importante, tanto na relação com o pai, como com o filho,  as rédeas desses relacionamentos serão tomados quando a linha tênue deixar de existir.

A dinâmica entre pai e filho é um instrumento importante nessa trama. A suavidade do personagem de Michael Caine traz um homem bem sucedido em todos os sentidos.  Como pai, ele tenta fazer de Dave, um homem melhor, mas o crescimento de Dave depende apenas dele. Uma das metáforas do filme é que Dave é considerado um fast food, enquanto seu pai um prato refinado. A interação e a química entre Nicolas Cage e Michael Caine enche nossos olhos de lágrimas!

A iluminação e as cores (Fotografia) do filme retratam bem o momento do personagem, a relação frio versus quente , é explicitamente vista dentro e fora de casa.

“O sol de cada manhã” é uma grande jornada emocional, capaz de envolver o espectador completamente!

É impossível não se identificar com o personagem de Cage. Há razões para tudo na vida, Dave consegue interromper o ciclo quando o arco e flecha entra em sua vida. Alias,  é a grande metáfora do filme, é o alvo que falta na sua vida, quanto mais ele se concentra, mais começa a se ver.

Dave é um ser complexo, como todos nós. Não importa se é o homem do tempo, uma celebridade ou uma pessoa comum, todos ficam perdidos na vida, como qualquer ser humano.