truque de mestre

X MEN

X MEN

sábado, 20 de dezembro de 2014

EXÔDO DEUSES E REIS POR ALÊ SHCOLNIK

Ridley Scott está de volta com o épico “Exôdo-Deuses e Reis”! Estamos diante da história do profeta Moíses/Moshé. Achado na beira do rio pela irmã do faraó, na época onde todos os judeus deveriam ser afogados pelas ordens do faraó. Moshé, então, é criado pela família real como um príncipe do Egito, até receber a missão divina de libertar os judeus, seu verdadeiro povo.
Visualmente impecável, o filme é demasiadamente longo, o tornando chato e cansativo (um problema do roteiro e da montagem), mas com a atuação competente de Christian Bale e a boa direção de Ridley Scott, “Exôdo-Deuses e Reis” consegue simbolicamente ficar vivo nas nossas mentes.
Assim, como aprendemos na escola, seu casamento, as pragas, a travessia do deserto,  Mar Vermelho, está tudo na tela, de forma bem grandiosa, (como deve ser), afinal é mais do que um épico, “Exôdo-Deuses e Reis” é a lembrança e a importância de estarmos aqui hoje. 
Como toda adaptação, licenças poéticas acontecem, o que geram interpretações diferentes do publico. Sem dúvida alguma, essa será uma produção que certamente será vítima de pessoas que são incapazes de aceitar termos óbvios como 'adaptação', 'baseado em', 'inspirado em', felizmente, O Velho Testamento não é protegido por direitos autorais exclusivos dos religiosos de mente literal.