truque de mestre

X MEN

X MEN

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

007 CONTRA SPECTRE POR ANDREA CURSINO


Uma mensagem enigmática do passado envia James Bond em uma missão perigosa à Cidade do México e, finalmente, a Roma, onde ele conhece Lucia Sciarra (Monica Bellucci), a bela e proibida viúva de um criminoso infame. Bond se infiltra em uma reunião secreta e descobre a existência de uma organização sinistra conhecida como SPECTRE. Enquanto isso, em Londres, Max Denbigh (Andrew Scott), o novo diretor do Centro de Segurança Nacional, questiona as ações de Bond e põe em cheque a relevância do MI6, chefiado por M (Ralph Fiennes). Secretamente, Bond recruta Moneypenny (Naomie Harris) e Q (Ben Whishaw) para que o ajudem a encontrar Madeleine Swann (Léa Seydoux), a filha de seu velho arqui-inimigo, o sr. White (Jesper Christensen), que talvez tenha a chave para revelar o mistério de SPECTRE. Como filha de um assassino, ela compreende Bond de uma forma que não é possível para as outras pessoas. À medida que Bond se aventura rumo ao coração da SPECTRE, ele desvenda uma conexão arrepiante entre ele próprio e o inimigo que ele procura, interpretado por Christoph Waltz.

"007 Contra Spectre" é com certeza um dos melhores filmes da franquia e com um roteiro muito coeso onde todos os filmes da era Daniel Craig fazem sentido. O diretor Sam Mendes nos proporcionou ótimas tomadas, cenas bonitas e eletrizantes. A primeira cena é uma das melhores e uma ótima tomada longa e sem cortes.

O elenco é outro ponto alto do filme. Daniel Craig faz um James Bond mais seco do que seus antecessores, com semblante mais severo de quem tem auto controle, ele é bom, mas ainda falta o toque de humor característico do personagem. O preparo físico de Craig para as muitas cenas de ação é sem dúvida é um dos pontos fortes do ator, cenas longas e eletrizantes com perseguições, correria, explosões, tudo isso com cara de quem sabe exatamente o que está fazendo.

Além de Daniel Craig, os vilões ficam a cargo de Christopher Waltz e Dave Bautista. Enquanto Waltz faz o cruel, sárcático e psicótico Franz Oberhouser, o Spectre, a mente criativa da organização, Bautista interpreta o vilão brutal que persegue James Bond. Dave Bautista que interpretou Drax, um dos cinco Guardiões da Galaxia, agora da vida ao  cruel e violento Sr. Hinx que fez ótimas cenas de perseguição com James Bond.

Enquanto, James Bond fica as voltas com os vilões da Spectre, a equipe da MI6 se vê as voltas com problemas sérios com o novo Diretor Denbigh que quer fazer mudanças significativas na agência. Ralph Fiennes como M, Ben Whishaw com Q, Naomie Harris como Moneypenny e Rory Kinnear como Bill Turner ajudam a dar ritmo a história com o curto tempo para salvar a divisão que trabalham ao mesmo tempo que dão cobertura ao 007.

As Bond Girls da vez fica por conta da italiana Monica Belucci e a francesa Léa Seydoux.

As locações são muito bonitas e desta vez, podemos ir com James Bond para a Cidade do México (México), Roma (Itália), as cidades Tânger e Arfoud no Marrocos e na Áustria as cidades se Sölden, Obertilliach e Altausse. 

Os filmes de James Bond tem uma estrutura narrativa que tem sido respeitada e a cada filme. A qualidade técnica evolui aproveitando a evolução tecnológica, em vários setores deixando o resultado final deslumbrante visualmente.

Outro ponto forte dos filmes de 007 é a trilha sonora. Desta Vez a trilha ficou por conta de Thomas Newman que escolheu a  canção de Sam Smith  "Writing's On The Wall" que completou com uma das melhores aberturas de toda a franquia. Pela primeira vez vemos James Bond com mais precisão e nitidez em uma abertura plástica e elegante. A canção pode entrar para a galeria de uma das melhores.