truque de mestre

X MEN

X MEN

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

TRUMBO: LISTA NEGRA POR ALÊ SHCOLNIK



Baseado em fatos reais, TRUMBO: LISTA NEGRA conta a história do roteirista Dalton Trumbo. Figura exuberante, que esteve no epicentro de um dos períodos mais tumultuados da história americana, apesar da notoriedade como escritor e do apogeu como o mais bem pago roteirista de sua época, criador de épicos como Exodus, Spartacus e Papillon, teve seu trabalho premiado por A Princesa e o Plebeu e Arenas Sangrentas, ambos ganhadores do Oscar por roteiro original.
  
Com uma história singular em Hollywood, Dalton se recusou a cooperar com o Comitê de Atividades Antiamericanas do congresso, e acabou preso e proibido de trabalhar. Mesmo quando saiu da prisão, Trumbo demorou anos para vencer o boicote do governo, enquanto sofreu com vários problemas envolvendo familiares e amigos.

Em 1947, o jornal The Hollywood Reporter divulgou uma série de nomes de vários profissionais do cinema americano supostamente envolvidos com o comunismo. Todos os olhares do Congresso dos Estados Unidos se voltaram para a possibilidade de comunistas e simpatizantes estarem sutilmente instigando sua propaganda nos filmes de Hollywood.

O filme se inicia nos anos 30, quando o governo americano considera o comunismo, uma conspiração contra a democracia. Período sombrio que punia os artistas e a população por suas crenças politicas (qualquer semelhança é mera coincidência).

Muitas pessoas perderam seus empregos por serem comunistas, entre elas, estavam dez roteiristas intimados a depor no Comitê de Atividades Antiamericanas, que posteriormente foram chamados de “Os 10 de Hollywood”, Trumbo era um deles. Filiado em 1947,  foi acusado de desacato pelo governo por expressar suas opiniões.

O longa usa do recurso da metalinguagem em alguns momentos, o que nos transporta mais ainda para o universo dele.

O filme conta com a direção competente de Jay Roach , o roteiro é bem adaptado,  os diálogos são inteligentíssimos, seu enredo, timing e ritmo se complementam. Junto a isso tudo ainda tem o grande elenco, super afiado com ótimas atuações. A Direção de Arte é primorosa!
Trumbo morreu ao 70 anos, vítima de um ataque cardíaco.

O filme acaba de ser indicado ao Oscar na categoria melhor ator para Bryan Cranston, além do  Screen Actors Guild Awards (SAG Awards) onde lidera o número de indicações nas categorias: Melhor Elenco, Melhor Ator, para Bryan Cranston e Melhor Atriz Coadjuvante, para Helen Mirren.