truque de mestre

X MEN

X MEN

quarta-feira, 29 de julho de 2015

MAGIC MIKE XXL POR ALÊ SHCOLNIK


Os meninos de “Magic Mike” estão de volta! Channing Tatum, Matt Bomer, Joe Manganiello, Kevin Nash, Adam Rodriguez e Gabriel Iglesias, estrelas do sucesso mundial de 2012 se reencontram após três anos.

“Magic Mike XXL”  trás os demais Reis de Tampa prontos para jogar a toalha, porém, eles querem fazer do jeito deles: incendiando a casa com uma última performance em Myrtle Beach e com a presença do lendário líder Magic Mike, que deixou a vida de stripper durante o auge de sua carreira.

Dirigido por Gregory Jacobs,  vencedor do Prêmio Emmy por “Minha Vida com Liberace”, o filme cumpre a sua função (de deixar a mulherada e os gays loucos!), mas o roteiro de  Reid Carolin é algo inexplicável, por assim dizer, com o propósito de dar continuidade ao primeiro filme, a preocupação em ter um arco dramático e seguir um simples molde com bons pontos de viradas, se quer existem. Os homens gostosos, em seus belos corpos esculturais continuam a ser a grande estrela do filme, mas com menos coreografias e menos sensualidade. Peraí, mas então qual é a proposta do filme? Obviamente, é entreter o seu público cativo, porém o clube das mulheres é uma opção bem melhor. Triste, não!

Jacobs realizou inúmeros trabalhos em parceria com Steven Soderbergh, que desta vez, atua em “Magic Mike XXL” como produtor executivo, apenas, além de ter Tatum como produtor, obviamente, já que o filme ainda é baseado na sua vida, a história do personagem Ken conta como o ator subiu na vida.

Os diálogos até divertem e tem algumas boas tiradas. Vamos a trilha sonora, bem, ela tinha tudo para ser boa, afinal é um filme de dança, também, porém, ela é completamente desconexa com as coreografias, que até se destacam, sim, até, as do primeiro filmes são melhores. Um tanto broxante!

Você provavelmente deve estar me xingando agora, afinal, quem quer saber disso, né, “Magic Mike XXL” não tem a menor pretensão em chamar a atenção para essas questões cinematográficas, enfim, bom filme e não esqueçam a camisinha!