truque de mestre

X MEN

X MEN

quarta-feira, 6 de abril de 2016

A SENHORA DA VAN POR ALÊ SHCOLNIK


Inspirado em fatos reais entre os anos de 1974 e 1989, conta a história de Mr. Shepherd (Maggie Smith), uma senhora idosa, que mora dentro de uma van. Devido aos seus hábitos pouco higiênicos, os moradores não gostam nem um pouco quando ela decide estacionar o carro próximo à sua casa. O único que a tolera é o escritor Alan Bennett (Alex Jennings), que permite que ela use seu banheiro de vez em quando. Após algum tempo, os moradores conseguem que a prefeitura proíba que qualquer carro fique estacionado no bairro. A intenção era que a Sra. Shepherd deixasse o local, mas ela encontra uma saída quando Alan oferece que estacione na vaga existente em sua própria casa.

Com um quê de “Adaptação” no narrador do enredo “A Senhora da Van” nos apresenta um drama pitoresco, bonito e comovente com ótimas tiradas cômicas.

O filme que tem diálogos divertidos e personagens memoráveis apresenta o  relacionamento entre Alan e Mr. Sheperd, esse aliás, é o foco do filme, onde ocorre uma bela  simetria  entre os personagens.

Cabe ao diretor Nicholas Hytner ressaltar as personalidades tão diferentes expostas em cena. Aos poucos surge entre eles uma relação de respeito e agradecimento em meio aos segredos de cada um.

Maggie Smith está esplêndida em cena em um personagem mal-educado e antipático, ainda assim é capaz de conquistar os vizinhos e o espectador.  Alex Jennings vive um escritor multifacetado, porém muito inseguro.

A senhora que estacionou para ficar apenas três meses na porta de Alan Bennett ficou por lá durante quinze anos.