truque de mestre

X MEN

X MEN

quarta-feira, 20 de abril de 2016

O FUTEBOL POR ALÊ SHCOLNIK


Primeiro longa-metragem do diretor Sergio Oksman, "O FUTEBOL" integrou a seleção da Mostra Competitiva Brasileira de Longa ou Média-Metragem da 21ª edição do Festival internacional de documentários "É Tudo Verdade" e recebeu os prêmios de melhor filme do Juri do Festival e o prêmio de melhor filme  pela ABRACCINE - Associação Brasileira dos Críticos de Cinema. 

O documentário acompanha o reencontro do próprio diretor com seu pai, Simão, que ele não via há mais de 20 anos. O filme se passa em junho de 2014, quando o diretor deixa a Espanha para acompanhar a Copa do Mundo em sua cidade natal, São Paulo.

A coprodução entre Brasil e Espanha se aproxima da ficção ao narrar o reencontro dos dois, que decidem assistir a todos os jogos da Copa juntos, ao mesmo tempo em que documenta todo o período do mundial no Brasil sob um olhar muito original. O futebol, em si, nunca aparece em cena, mas funciona como cenário das tensões sociais e familiares que "O FUTEBOL" capta com rigor e delicadeza.

Nas palavras do próprio diretor, “O filme é o resultado de uma tensão, por isso parece difícil definir se trata-se de uma ficção ou documentário. O rigor narrativo corresponde de certa maneira ao cinema ficcional, mas, por sua vez, a vida é incontrolável. As vezes é a realidade que parece querer conduzir a história, e os limites da narrativa ficcional é que a desmontam. (...) O futebol é quase uma metáfora da nossa metodologia: um jogo de regras claras mas que também depende da sorte. Um retângulo verde, com limite de tempo definido, normas estritas, e duas equipes. Não era esse o filme que queríamos fazer? “.

O crítico Luis Martínez, do jornal espanhol El Mundo, definiu o filme como “um dos mais brilhantes, enigmáticos e perfeitos exercícios de cinema de 2015”.