truque de mestre

X MEN

X MEN

quarta-feira, 6 de abril de 2016

ASTERIX E O DOMÍNIO DOS DEUSES POR ALÊ SHCOLNIK


O gordo e o magro mais famosos da França estão de volta! E, desta vez, numa aventura ecológica na primeira adaptação da mais famosa HQ francesa produzida em animação computadorizada e em 3D.

Em “Asterix e o Domínio dos Deuses”, Asterix e Obelix querem proteger a floresta e o modo de vida simples da aldeia dos planos ambiciosos do imperador romano Julio Cesar.

Escrito e dirigido por Alexandre Astier, o filme é uma adaptação de uma obra homônima de Goscinny e Uderzo, traz o imperador romano Júlio César como vilão novamente, aquele que sempre quis derrotar os irredutíveis gauleses, mas jamais teve sucesso em seus planos de conquista. Dessa vez, ele resolve mudar de estratégia. Ao invés de atacá-los, passa a oferecer os prazeres da civilização aos gauleses. Desta forma, Júlio César ordena a construção da Terra dos Deuses ao redor da vila gaulesa, de forma a impressioná-los e, assim, convencê-los a se unir ao império romano. Só que a dupla Asterix e Obelix não está nem um pouco disposta a cooperar com os planos de César.

Abordando temas sérios como o desmatamento, a escravidão e o capitalismo, o filme nos transporta para um mundo atual mesmo que se passando numa época muito distante da nossa. Assim “Asterix e o Domínio dos Deuses” pode ser considerado um filme para adultos, mas não, a criançada pode ver numa boa. O longa é educativo e bem ilustrativo nas questões que aborda.

Bom filme!